Olá, viajante! O destino de hoje ainda é pouco (ou nada) conhecido entre os brasileiros. Vou falar de Balchik, uma cidadezinha com cerca de 12 mil habitantes que fica na Bulgária, próxima à fronteira do país com a Romênia.

Eu a descobri pesquisando sobre a costa do Mar Negro e suas possibilidades de praia.

Queria conhecer o oceano nessa parte do mundo. O que me fez escolher por Balchik foi as fotos que vi do Jardim Botânico da cidade e também porque li boas resenhas sobre o lugar.

Para ir até a Bulgária, eu aluguei um carro em Bucareste, na Romênia, pois já estava por lá. Foram 304 km de estrada. Há outras maneiras de chegar na cidade, eu falo delas ao decorrer do texto.

Bulgária: como é conhecer Balchik

O primeBalchik costa praiairo ponto que você precisa ter em mente é que essa cidade na costa da Bulgária não tem a mesma estrutura que um Caribe, Ibiza e por aí vai.

O turismo em Balchik ainda está em desenvolvimento.

Por não ser muito conhecida pelo mundo, a maioria dos turistas na cidade são romenos.

Mas outras nacionalidades começaram a descobrir Balchik, como os ingleses, franceses e alemães.

Talvez porque o dinheiro deles rende MUITO por aqui.

Para nós, o Lev búlgaro, moeda local, é um pouquinho mais caro. Sendo que 1 real equivale a, mais ou menos, 0,53 Levs.

Mas mesmo com essa diferença, o preço dos hotéis chamam muita atenção.

É possível reservar um hotel 5 estrelas, por exemplo, por uma diária de, em média, 300 reais, o que você não vai achar em nenhum outro lugar!

A praia na cidade de Balchik tem uma característica super curiosa: existe uma rua entre a areia e o mar para a passagem de veículos.

Na hora de entrar na água, você conta com uma escada (como a de piscina) para descer da calçada até o mar.

Algumas praias ao redor da cidade que acabam sendo mais exclusivas de hotéis, têm bastante algas. Um destaque foram as grandes pedras de tonalidade branca que cercam o mar.

São muito charmosas e dão um ar bem bonito ao local.

Como o búlgaro é um idioma completamente diferente do nosso alfabeto, a melhor forma de se virar por aqui é pelo inglês.

As principais atrações

Além do mar, a cidade também conta com duas principais atrações: o jardim botânico e o palácio de Balchik.

O jardim botânico

Balchik jardim botânico

O jardim possui uma área de 65 mil metros quadrados que são a casa de 2 mil espécies de plantas pertencentes a 85 famílias e 200 gêneros.

Uma das principais atrações do jardim botânico de Balchik é a coleção de cactos de grande porte. As espécies ficam dispostas ao ar livre em um espaço de mil metros quadrados, sendo a segunda maior desse tipo na Europa, atrás apenas de Mônaco.

O palácio de Balchik

Balchik palácio

A área do jardim botânico se mistura com a do palácio. Por isso, é impossível que você não compre as duas entradas (cerca de 27 reais juntas).

O Palácio de Balchik está a 17 metros acima do nível do mar, foi construído por arquitetos italianos para ser a residência de verão da rainha romena Maria, mulher de Fernando I da Romênia.

Isso porque a cidade de Balchik pertencia à Romênia antigamente e só depois foi entregue à Bulgária.

Andando pelo espaço do palácio você vai encontrar as paisagens mais bonitas. E o melhor é preparar as pernas para subir escadas de pedra caso queira desfrutar da vista do mar no topo.

Alguns dos destaques do palácio são uma capela, uma adega, uma estação de energia e outras. Existem restaurantes no local com vista para o mar para quem quiser fazer uma refeição ou apenas tomar uma bebida durante a visita.

Campos de golfe

A região de Balcik tem se tornado conhecida também como um destino para os amantes do golfe. ⛳

O motivo é que ela conta atualmente com três campos desenhados por jogadores profissionais do esporte como Ian Woosnam e Gary Player. Um quarto campo está em construção.

A cidade de Balchik

Balchik nome da cidade

Com estilo bem comum, com o mesmo ar de cidades costeiras. Balchik tem casas simples, assim como os seus moradores.

Para quem quiser ter uma vista bonita da cidade é só subir as ruas até um ponto alto, será possível registrar as casas com uma visão do mar.

Você também vai encontrar no alto da montanha, de frente pra praia, um letreiro escrito Balchik em búlgaro (Балчик) como o de Hollywood.

Quem visitar a cidade no mês de junho pode ainda assistir ao The Process. Um festival de arte contemporânea que acontece anualmente.

Curiosidade: Para algumas cenas do filme Velha Juventude, lançado em 2007, o diretor Francis Ford Coppola ficou 11 dias na cidade filmando o palácio de Balchik.

Onde se hospedar

Balchik, na Bulgária, hoteis

Os três melhores hotéis que ficam na região são:

Lighthouse Golf

Foi onde me hospedei, o hotel é ótimo (foto acima) para quem quer descansar em um resort. Ele é considerado cinco estrelas e conta com piscina ao ar livre e também uma climatizada, além de um spa com hidromassagem.

Para quem gosta de jogar golfe ou quer experimentar, esse hotel é a melhor opção. Ele foi construído pelo jogador Ian Woosnam. O Lighthouse está a 9 km de distância de Balchik e tem serviço de van para a praia.

Regina Maria Spa Design Hotel

A melhor opção para quem quer ficar de frente para o mar. O hotel é quatro estrelas e “pé na areia”. É considerado um dos melhores na região, tem piscina ao ar livre e decoração bem moderna.

White Rock Castle

É um hotel quatro estrelas localizado na cidade de Balchik, ele está de frente para o jardim botânico e o palácio de Balchik. Conta com uma piscina ao ar livre e está a sete minutos da praia.

Leia também:

Porque você deveria visitar Balchik, na Bulgária

visitar BalchikAgora que você já conhece um pouco mais sobre essa cidade na costa da Bulgária.

Vou listar abaixo alguns dos motivos pelos quais eu acredito que você deveria considerar esse destino na suas próximas férias.

Confira!

1 – É divertido

Estar em um país que possui uma língua tão diferente da nossa acaba sendo divertido.

Estimula você a querer entender algumas palavras e descobrir mais da cultura.

2 – A praia é bonita

Como eu disse, Balchik não é um Caribe ou Miami.

Mas a praia é bonita, é um oceano diferente (o Mar Negro) e que vale a pena também conhecer essa parte do mundo.

3 – O custo é baixo

A região de Balchik por ainda não ser rota turística do mundo inteiro, oferece um custo bem acessível. Você consegue encontrar hotéis com serviço de alto padrão por valores de diárias que você não vai encontrar em nenhum outro lugar.

Dá para comer bem, passear e relaxar por um preço super justo.

4 – Você faz o bem

A Bulgária é um país em desenvolvimento. As pessoas ainda ralam para garantir o pão de cada dia. Turistar por lá ajuda a levar dinheiro para o local, garantir trabalho para os locais e incentivar outras pessoas a também visitarem.

5 – É um destino fora da caixa

Conhecer praias lindas da Grécia é muito legal, mas são destinos bem batidos entre os viajantes. Então se você é do tipo que gosta de explorar lugares diferentes e ainda não muito conhecidos, Balchik é uma boa ideia.

Como chegar em Balchik do Brasil

Se você vier direto do Brasil para Balchik, existem algumas opções:

  • Voar do Brasil para Sofia (capital da Bulgária) – de lá você pode alugar um carro e fazer o percurso que é um pouco longo, sendo 487 km de distância. Ou você pode ainda ver um voo por companhias de baixo custo, são 50 min de avião.
  • Voar do Brasil para a cidade de Varna – chegando lá você estará a 42 km de distância de Balchik e pode completar o percurso de carro ou ônibus.
  • Voar do Brasil para Bucareste, na Romênia – de lá você pode alugar um carro, o percurso é de 306 km.

Balchik não é o destino mais bonito do mundo nem o mais cobiçado, mas eu aproveitei bastante meus dias nessa cidadezinha ainda desconhecida de muita gente.

Sempre acho divertido explorar lugares fora da caixa. Espero que você tenha gostado e, quem sabe, eu não tenha incentivado você a cogitar Balchik em sua próxima viagem?

Até a próxima! ⛵

Faça parte da tripulação!

Increva-se para receber dicas em seu e-mail. É free e nada de spams. 🙂