Viver uma experiência fora do país, avançar os conhecimentos em uma língua e melhorar o currículo. O número de pessoas que querem partir na jornada de um intercâmbio só cresce e na hora de fazer o planejamento aparece a dúvida, vale a pena contratar uma agência?

A resposta depende do seu perfil. Contar com uma agência pode ajudar na parte burocrática do intercâmbio, como o processo de visto. Porém você também pode assumir essa parte e fazer por conta própria.

A experiência de um intercâmbio é muito rica. Por isso, merece todo o cuidado na hora da organização. Pesquise, analise as possibilidades e faça a melhor escolha para você.

Abaixo, deixo mais considerações de quando vale a pena contratar uma agência e quando não.

Confira!

Você deve contratar uma agência se…

Não se sente seguro de ir para o exterior sem um possível contato de emergência ou mesmo se você não quer ter que se preocupar com a papelada de vistos.

Além disso, quando você contrata uma agência ela faz todo contato com a escola em que você vai estudar, recolhe os documentos e entrega prontinho nas suas mãos. Basicamente a sua parte no processo é assinar o contrato e pagar.

A agência também pode apresentar a você as opções de escolas. Seja de idiomas, high school, graduação, pós e por aí vai.

É importante nessa etapa que, mesmo que a agência apresente as possibilidades, você pesquise as propostas antes de fechar.

Na internet dá para encontrar muitas informações sobre pessoas que já estudaram no lugar. Ler resenhas positivas e negativas e, depois, tomar uma decisão mais consciente.

Na maioria dos casos, o único valor a mais que você vai pagar se optar por uma agência é uma taxa pelos serviços, o que é possível negociar antes de contratar.

Leia também: 

Você não deve contratar uma agência se…

Tiver tempo e disponibilidade para correr atrás de todas as informações por conta própria. Não ter problema em entrar em contato direto com as escolas (normalmente em inglês) para saber valores, documentos necessários e tudo que envolve seu futuro curso.

Se você já tem alguém conhecido no lugar de destino e não precisa ter um suporte extra no exterior, também pode facilitar sua ida independente.

Antes de tomar a decisão de contratar uma agência ou não, pesquise sobre o seu destino. Alguns lugares têm seu processo de visto mais complicado do que outros. Essas informações podem ser úteis para ajudar na sua escolha.

Quem vai para a Irlanda, por exemplo, tem seu processo de visto feito depois de chegar no país.

Sendo que é necessário ir pessoalmente fazer a solicitação. Com isso, o processo fica mais fácil de ser feito sem uma agência.

Já quem pensa em embarcar como Au Pair para a Holanda precisa ter obrigatoriamente uma agência autorizada fazendo a intermediação.

Antes de bater o martelo

Se você optar por contratar uma agência, faça uma boa pesquisa para descobrir o que as pessoas falam dos serviços dela.

Visite fóruns, busque informações para não ter perigo de cair em uma furada. Afinal, todo o pagamento do seu intercâmbio será feito para a agência, sendo ela a responsável por quitar o curso direto com a escola.

E já que ter uma agência significa ter um possível suporte de emergência quando estiver fora do seu país, o melhor é contar com uma empresa preparada e preocupada em ajudar seus clientes.

Outra dica é deixar todas as conversas e termos combinados registrados por e-mail. Assim fica mais fácil agir caso não seja feito o acordado entre vocês. Não deixe nada apenas na conversa.

Se você decidir não contar com uma agência para todos os serviços, é possível ainda contratar apenas alguns itens avulsos. Como moradia temporária, seguro viagem e passagens.

Contratar uma agência ou não é uma das etapas do seu intercâmbio. Planeje tudo com cuidado e pesquise muito antes de fazer suas escolhas. Afinal, essa será uma grande experiência na sua vida, com investimento de tempo e dinheiro, e merece ser inesquecível.

Até a próxima! ✈

Faça parte da tripulação!

Increva-se para receber dicas em seu e-mail. É free e nada de spams. 🙂