Se você adora economizar e viajar, que tal descobrir dois lugares pagando apenas o preço de uma passagem? Como? Uma das opções é utilizando o serviço stopover oferecido por algumas companhias aéreas. 

Empresas como a TAP, KLM e Emirantes divulgam a opção, mas outras não. Por isso, você precisa pesquisar até descobrir todas as possibilidades.

Nesse texto, você vai descobrir:

  • como funciona o stopover;
  • como usá-lo;
  • opção de stopover usando programa de milhas.

E ainda vai se familiarizar com os termos layover e open-jaw, sabendo como usá-los a seu favor.

A ideia é que você possa conhecer mais lugares, sem pagar nada a mais por isso ou então adicionando pequenas taxas extras.

Parece interessante? Então continue lendo!

O que é stopover?

stopover-como-viajar-mais

O stopover é um serviço oferecido por algumas companhias aéreas que permite você fazer uma parada em outro país antes do destino final.

Se você vai para Paris, por exemplo, pela TAP você poderia escolher ficar em Lisboa ou Porto, por uma ou três noites.

A vantagem é que você não vai pagar NADA a mais pelo seu voo e pode conhecer dois lugares pelo preço de um. 

Esse é o stopover gratuito. Mas o conceito também é usado para paradas superiores a 24h em cidades e países antes do seu destino final. Com ele, você normalmente paga uma taxa bem menor ao incluir mais voos.

O pulo do gato: como funciona?

stopover-em-voosPara reservar uma passagem com stopover pelas companhias aéreas que oferecem o serviço abertamente, você precisa normalmente acessar uma página de pesquisa específica, como o caso da TAP, KLM e Emirantes. 

Vale lembrar que esse serviço só está disponível ao comprar passagens de ida e volta juntas e nesse caso você não pagará nada a mais por isso. O tempo de duração do stopover varia de acordo com as regras de cada companhia.

A parada gratuita é possível normalmente no país de origem da empresa. Por exemplo, a TAP, empresa portuguesa, oferece a possibilidade em Porto ou Lisboa. A KLM, original da Holanda, disponibiliza em Amsterdam.

Já para as empresas que não divulgam o serviço, você deve usar a opção de trechos múltiplos. É aqui que está o “pulo do gato” para adicionar mais destinos a sua viagem sem desembolsar muito por isso. 

O truque

Vamos supor que você queira comprar uma passagem do Brasil com destino final em Istambul pela Air France.

Nesse caso, provavelmente a parada será em Paris. Então, para ilustrar, eu fiz uma busca de quanto sairia o voo na opção ida e volta utilizando o site oficial da Air France.

Eu encontrei São Paulo/ Istambul (ida e volta) pelo preço de R$ 2 781 já com todas as taxas.

Depois, eu fui até o multi trechos e fiz a seguinte pesquisa: São Paulo para Paris (parada de três noites na cidade luz) / Paris para Istambul / Istambul para São Paulo. E o preço que encontrei foi de R$ 2 996 com todas as taxas.

Isso quer dizer que você pode conhecer Paris pagando mais R$ 215. Um valor BEM diferente caso você compre um voo direto do Brasil para a França.

Leia também:

O serviço stopover vale a pena?

Para quem gosta de viajar e economizar, essa opção é bem vantajosa. Pois você não vai pagar nada a mais pela parada adicional ou mesmo uma diferença pequena.

Companhias aéreas que oferecem stopover gratuito:

  • TAP em Porto ou Lisboa
  • KLM em Amstedam
  • Emirantes em Dubai
  • Japan Airlines em Tokyo ou Osaka
  • Turkish Airlines em Istambul
  • Qantas em Sydney
  • Air China em Beijing ou Shanghai
  • Etihad em Abu Dhabi
  • Icelandair em Reykjavík
  • Singapore Airlines em Singapura

Importante: pode acontecer de você precisar pagar taxas aeroportuárias adicionais relacionadas ao lugar que você fará o Stopover, leia as regras antes de fechar a compra.

Usando o programa de milhas

stopover-viajar-mais

Se você for emitir uma passagem por meio de milhas ou pontos algumas empresas permitem o stopover.

Na verdade, algumas delas. como a United, só permitem stopover e open-jaws se a passagem for emitida usando o programa de milhas.

Por isso, quando você começar a organizar seus próximos vôos usando milhas, procure entender as regras antes da compra.

Entrar em contato com a companhia por telefone pode facilitar o entendimento da política que ela aplica em seu serviço de stopover.

Diferença entre stopover, layover e open-jaw

Se você já ouvir falar nessas palavrinhas, mas não faz ideia de qual é a diferença entre elas, leia mais sobre cada opção abaixo.

Utilizando esses serviços, você pode conhecer mais destinos durante sua viagem sem gastar muito por isso.

Stopover, como você aprendeu acima, é uma opção de parada voluntária do passageiro em alguma cidade que faça parte da rota da sua viagem.

Existem duas opções de stopover: a gratuita e disponível para qualquer pessoa que comprar um voo de ida e volta com companhias aéreas que oferecem o serviço. Nesse caso, a parada é feita no país de origem da empresa, como a TAP em Portugal.

E a compra de passagem por meio da opção múltiplos destinos que permitem adicionar voos, muitas vezes por valores bem amigáveis. Sempre vale a pena pesquisar antes de fechar.

A expressão layover, sendo em português algo como escala de longa duração, é uma parada com menos de 24h numa cidade intermediária ao seu destino nos vôos internacionais.

Você pode usar essa opção para conhecer lugares que exigem menos tempo. Um exemplo seria em seu voo do Brasil para Paris, você ficar cerca de 12h em Lisboa, Portugal.

Por fim, o open-jaw é quando uma companhia aérea permite que você compre passagens partindo de diferentes cidades e aeroportos.

Por exemplo, sua partida é de São Paulo com destino a Londres, depois você pegará seu voo em Paris (e não em Londres) e seguirá para Istambul.

É o que chamamos de múltiplos destinos, mas nesse caso usando a mesma companhia aérea para todos os trechos.

Dica: O site AirWander é especializado em descobrir em quais lugares você pode fazer uma parada pagando menos. É possível ver o valor em reais, mas ele está em inglês.

Aproveite as oportunidades para viajar mais e conhecer lugares que você sempre quis com o stopover.

Até a próxima! 

Faça parte da tripulação!

Increva-se para receber dicas em seu e-mail. É free e nada de spams. 🙂