Bucareste tem duas estações do ano bem extremas. Se você for no inverno, vai se deparar com temperaturas abaixo de zero de congelar, além de uns 10cm de neve. Agora se você for no verão, prepare-se para derreter em dias muito quentes, algo entre 30 a 40º.

A capital da Romênia foi minha base quando estive no país, passei um mês muito abafado e com dias bem secos e foi aí que resolvi conhecer e me refrescar nos parques aquáticos da cidade.

Uma opção superdivertida para quem está com a família, em casal ou mesmo viajando sozinho. Aí vão três sugestões para você curtir muito sua passagem por Bucareste.

Divertiland

É considerado o maior parque aquático da Romênia. Conta com uma piscina olímpica, tem um espaço novo chamado de “Super Paradise” com água aquecida e uma piscina com ondas.   

Para quem gosta de aventura, o Divertiland tem opções de toboágua, o Kilimanjaro é pura adrenalina. Tem espaço dedicado também para as crianças curtirem a água.

Como chegar e quanto custa

🚙 Ele está localizado a cerca de 15 km do centro de Bucareste. Para quem vai de carro o estacionamento é gratuito.

🚈 Dá para pegar os ônibus gratuitos que o parque disponibiliza saindo da estação de metrô Preciziei (linha M3).

🚌 De ônibus público estão disponíveis duas linhas 236 ou 137, em ambos você deve descer na estação Kika, Hornbach e pegar um mini ônibus do Divertiland.

🚆De trem, tem uma estação do parque aquático a 20min de Bucareste, você deve pegar nas paradas Bucuresti Nord ou Bucuresti Basarab.

Quanto custa: 65 RON (R$ 52) por adulto durante a semana.

Guarda volumes: 10 RON (R$ 8).

Horário de funcionamento: segunda-feira – domingo 10h às 20h.

Water Park Otopeni

o-que-fazer-em-bucareste-otopeni

Ele fica do lado de uns dos aeroportos de Bucareste, que também tem o nome de Otopeni. É bem provável que você o veja na sua aterrissagem.

O parque aquático Otopeni não é muito grande, mas dá para se refrescar em um dia quente. Tem uma piscina normal (pequena na minha opinião) e conta também com toboáguas de tirar o fôlego, com e sem boia, um rio calmo para você se deixar levar e área para crianças.

Se você for comer no restaurante de lá já aviso que a comida não é das melhores não, eles dizem que é proibido entrar com alimentos, mas não revistam a mochila.

Como chegar e quanto custa

🚌 De ônibus é possível pegar as linhas 783, 780 e 449, descendo na parada ICSITMUA ou de carro.

Quanto custa: segunda – sexta-feira adulto 30 RON (R$ 24) – criança 15 RON (R$ 12).

De sábado e domingo adulto 50 RON (R$ 40) – criança 25 RON (R$ 20).

Guarda volumes: 25 RON (R$ 20 – muito caro!).

Horário de funcionamento: segunda – sexta-feira das 9h30 às 20h e sábado e domingo das 9h às 20h.

Terma de Bucareste

o-que-fazer-em-bucareste-terma

Novíssima, a Terma abriu as portas em janeiro. Sua proposta é bem diferente dos outros dois parques que citei acima.

O espaço é bem moderno e conta com três espaços: o Galaxy, destinado mais para famílias que queiram aproveitar toboágua indoor e uma piscina com ondas. O The Palm, espaço com  piscina climatizada que possui hidromassagem em alguns pontos e uma sauna.

E ainda o Elysium que tem como principal atração seis saunas temáticas. Nele você encontra também uma piscina com zinco e selênio, além de três estúdios de massagem (cobradas à parte).

⚡ Dica: Se você escolher visitar o Elysium carregue sua toalha sempre com você, é exigência entrar na maioria das saunas com ela. ⚡

A decoração da Terma é caprichada, são 500 palmeiras espalhadas pelo espaço para dar um ar relaxante. À noite ela fica um charme só, luzes coloridas são acesas na piscina principal, o som aumenta, vira quase uma balada na piscina.

Ótimo também pra quem quer paquerar ☺ (#ficaadica). Não deixe de provar o coquetel BBC, uma delícia!

Como chegar e quanto custa

🚙 De carro ou pelos 🚌 ônibus gratuitos disponibilizados pela Terma que passam em diferentes locais da cidade de Bucareste. Pelo site oficial é possível consultar todas as rotas.

Quanto custa: Aí está um grande problema dessa Terma que você precisa ter cuidado para não gastar o olho da cara. Ao chegar, você recebe uma pulseira que serve como seu cartão de crédito durante toda sua estadia. Se quiser comprar algo no bar, por exemplo, você vai passar a pulseira e só pagar na saída.

O preço da entrada é de acordo com o espaço escolhido, mas se você passar a sua pulseira na catraca que separa um do outro, ele vai te perguntar (em romeno, claro) se você aceita pagar o valor para ter acesso, então cuidado.

Além disso, o valor varia também pelo tempo que você permanece, é possível comprar uma entrada de 3h30, 4h30 ou ainda o dia inteiro.

No site oficial da Terma de Bucareste é possível consultar todos os detalhes de preço.

Horário de funcionamento: segunda – quinta-feira das 9h30 ás 23h30 e sexta – domingo das 8h à 01h.

Além das opções de transporte que citei acima, você pode considerar chegar aos parques de táxi ????, pois a corrida é barata, o preço por km é de 1,39 RON.  Tente programar sua visita durante a semana, os locais são bem movimentados.

Conhecer os parques aquáticos foi um programa divertido e me ajudou muito encarar o verão, consegui me comunicar fácil com os funcionários em inglês. Por isso acho que vale a pena incluir pelo menos um deles em seu programa “o que fazer em Bucareste

Aproveite e até a próxima! ⛵

Faça parte da tripulação!

Increva-se para receber dicas em seu e-mail. É free e nada de spams. 🙂